sexta-feira, 9 de maio de 2014

O MILAGRE ECONÔMICO DO PT

A insatisfação de muitos brasileiros com a Copa que acontecerá no próximo mês se justifica não pelo fato dos gastos, mas pela coincidência de uma festa que acontece no momento em que o país retorna para a condição de iminente fracasso na condução da política econômica tal como aconteceu no final do regime militar, quando a inflação resistente exibia sinais de fatalidade na economia sem que a população tivesse uma concepção adequada da situação, sentíamos que nada ia bem, que a saúde não funcionava, a educação de baixa qualidade. Atualmente vivemos a mesma sensação, de forma mais grave pois entra no jogo do desastre a violência nos limita a ter pequenos negócios pois os assaltos são constantes, nos proíbe de andar sem medo e normalmente alguém é vitimado, situação que não consegue ter limites porque apesar do país responder por 11,46% dos crimes acontecidos no mundo no ano passado o governo finge que não tem nenhuma responsabilidade sobre o assunto, simples e friamente, ignora e nada é feito, e nem  cogita alguma solução. Viver no Brasil se tornou estressante, perigoso e quando se trata das pessoas mais simples as coisas se complicam porque diariamente são obrigados a enfrentar precárias conduções urbana com engarrafamentos frequentes que transformam qualquer percurso numa terrível  lentidão.

Em Portugal o cantor Ney Matogrosso deu uma entrevista que foi um verdadeiro desabafo.

video


Confesso que é minha, também, a mesma magoa do Ney. No entanto, devemos ter a consciência que no regime democrático o povo tem o poder de mudar as situações, mas como fazê-la quando a população possui uma inconsciência que a educação não corrige? Fica difícil. Então, resumindo o Brasil é um país de povo involuntário e políticos espertos, o resultado dessa combinação é explosiva, esse está sendo o guia do nosso destino. O próprio Ney como pessoa esclarecida, na entrevista, não demonstra domínio de causa, como esperar de uma maioria dopada pela insipiência? Associado a esperteza dos políticos, existem no país as classes sociais, constituída de uma minoria mas que tem maior poder de barulho, e de formação de opinião, porém, todas com raciocínios estritamente marxistas. Dizer que todos os políticos são corruptos é um pensamento generalizado que está constituindo o país só de políticos corruptos, pois só os espertos se reelegem com maior facilidade por desatenção do eleitorado. Como um país pode atender os anseios de uma imensa população sempre na contramão com a condução da política econômica? Porque para os marxistas não é necessário eficiência na condução da economia, pois entre fugir dos conceitos marxistas e aceitar as leis de mercado, a primeira prevalece, mesmo que o destino seja o desastre, como se a matemática financeira do Estado fosse dotada de magia e as coisas só não acontecem de forma satisfatória por falta de interesse político. 

O desconhecimento fruto da ignorância é uma porta aberta para entrada de sedutores convencimentos socialistas que repudia quem exerce as regras do capitalismo praticado em países que alcançam o sucesso da prosperidade, com isso perdemos oportunidades com a crescente ameaça a extinção da estabilidade econômica conseguida no últimos anos do século passado, que não foi reconhecido nem mesmo pelo partido político que a construiu, quanto mais pela população que não se preocupou em preservar tão importante conquista entregando o país para os detentores de consensos anti capitalista, a consequência é o fracasso do desenvolvimento econômico brasileiro.  E agora como fazer tamanha festa quando o país imerge na decadência econômica e moral? 


Lula homenageado na Holanda como se tivesse mudado a face monstruosa do Brasil, quando teve oportunidade de faze-la por ter recebido um país estabilizado, no entanto durante seu governo ocorreu o relaxamento do equilíbrio fiscal, produzindo uma herança maldita a sucessora que se mostrou incompetente para recompor a estabilidade. Hoje o Brasil perde credibilidade e as contas públicas em avançado estagio de deterioração.


A situação não mudou, a miséria acabou nos contos do governo, e com a economia em queda o milagre continuará sem funcionar.

Poucos reconheceram na estabilidade monetária a causa de nossa passageira prosperidade na década passada, e na busca de uma exaltação ao discurso socialista os intelectuais socialistas espalhados em vários países, aceitaram e aplaudiram o esquerdista Lula como o propulsor da grande tarefa, conseguindo sem executar reformas necessárias, quando, ao contrário, constantemente agiu no sentido de piorar o ambiente de negócios e derreter a competitividade do país, mesmo assim, ganhou os louros de uma vitória que está cada vez mais distante de acontecer, o marxismo finalmente deu certo no Brasil.





Nenhum comentário:

Postar um comentário